MERCADO GERAL:

03/04/2020 — Sexta-feira

MERCADO GERAL:

Os preços do petróleo subiram na quinta-feira depois que o presidente Donald Trump disse que sauditas e Rússia aliviarão a pressão sobre o petróleo, encerrando uma guerra de preços que contribuiu para a queda maciça do petróleo.

Os contratos futuros de petróleo no oeste do Texas (WTI) subiram US$ 1,83, ou 9%, sendo negociados a US$ 22,14 por barril. No início da sessão, o WTI negociou na máxima de $22,60. O petróleo de referência internacional Brent saltou 8,5%, ou US$ 2,12, para negociar a US$ 26,86 por barril.

A cotação Petróleo Brent estava agora às 10:00hs (horário de Brasilia) em US$ 33,40 ou seja um aumento de ontem para hj de 25%.

Outro índice muito importante para o nosso mercado, pois direciona a precificação da gasolina, acompanhou tb essa subida do Petróleo: o Rbob (cotação da Gasolina Reformulada no exterior) que de ontem para hj subiu 30%.

O dólar comercial fechou em leve alta de 0,09%, a R$ 5,266 na venda. Com o resultado, a moeda bate mais um recorde nominal (sem considerar a inflação) de fechamento desde a criação do Plano Real.

O Ibovespa, principal índice da Bolsa brasileira, fechou em alta de 1,81%, a 72.253,46 pontos, após duas quedas seguidas.

Diante disto nossas analises abaixo já refletem atenções que precisaremos ter para os próximos dias:

Derivados Petróleo:

Pelos nossos levantamentos, o GAP de custo entre o produto importado e o nacional após esta elevação do Petróleo está na casa dos R$0,09. 
Diante deste aumento do custo da matéria prima acreditamos que deve haver um aumento nos preços de Derivados, e se olharmos para os índices que direcionam as análises, com um potencial maior de subida de preço da Gasolina.

Como este aumento do Petróleo ocorreu baseado sobre um pronunciamento do Presidente Trump, pode ser que nos próximos dias, se nada de concreto ocorrer no cenário internacional entre Arábia e Rússia, a cotação do Petróleo retorne aos patamares desta semana tendo em vista a retração de demanda mundial.

Portanto O CENÁRIO É DE ALTA para Gasolina neste momento diante das circunstancias que encontramos.

Ainda não sabemos se esse aumento ocorre hoje ou amanhã, nossa expectativa é um aumento de R$ 0,05 a 0,10. A acompanhar.

Etanol:

Nossa análise nos 2 últimos dias era de que o etanol teria chegado a um piso e que apontava para uma leve recuperação dos preços. Esta visão se confirmou ontem com uma virada nos preços de mercado a partir da tarde. Como comentamos esse patamar de custo seria inviável para a safra nova, logo acreditávamos que o período de queda estaria perto do fim.

As usinas diante da situação de precisar vender a produção de etanol atual e ter caixa e ainda da subida do Petróleo no mercado internacional começaram a subir seus preços.

Ontem à tarde algumas usinas precificaram o litro de etanol ao mesmo preço que o produto estava sendo entregue de manhã nos postos na região de SP, ou seja uma clara reversão de mercado.

Não sabemos por quanto tempo esta subida se sustentará, pois já estamos em SAFRA, mas com certeza este colchão será formado para ter o que se “queimar” quando a SAFRA estiver no pico nos próximos 30 dias.

Da mesma forma que os Derivados O CENÁRIO do ETANOL É DE ALTA neste momento diante das circunstancias de mercado e enquanto durar a situação de elevação do Petróleo.

Deixe uma resposta

error: Content is protected !!