Arábia Saudita, Rússia e outros grandes produtores de petróleo correm contra o tempo para negociar…

07/04/2020 — Terça-feira

Arábia Saudita, Rússia e outros grandes produtores de petróleo correm contra o tempo para negociar um acordo que possa amenizar o colapso dos preços do petróleo. Reunião com produtores da Opep+ adiada da úlitma segunda-feira, continua marcada para esta quinta (9).

Em um dia de alívio, os mercados globais refletiram a desaceleração de casos de coronavírus registrada em diversos países. O dólar caiu pela primeira vez em 11 dias, e a bolsa de valores subiu, depois de ter encerrado a semana passada no menor nível em 10 dias: a mínima do dia, por volta das 13h, chegou a atingir R$ 5,22, mas a cotação voltou a aproximar-se de R$ 5,30 ao longo da tarde.

Diante disto nossas analises abaixo já refletem atenções que precisaremos ter para os próximos dias:

DERIVADOS:
Continua a mesma tendência de alta que mencionamos ontem. Esperamos uma alta de R$ 0,08 — R$ 0,09. Provavelmente depois da reunião desta quinta. A acompanhar.
Portanto este cenário se mostra propício para compras de moderadas a maiores volumes, antes do aumento.

ETANOL:
As distribuidoras tiveram dificuldades de fazer carregamento ontem e provavelmente hoje ainda deve ter algum reflexo, com isso havia certa dificuldade de encontrar oferta do produto.

Mantemos nossa previsão de estabilidade dos preços. Vendas nas usinas ontem foram feitas por volta de R$ 1,70. Estimamos patamares de preço para venda de R$ 1,86 em média. Podendo chegar até R$ 1,89–1,90 até quinta-feira (9).

Pelos nossos estudos, estes valores mais elevados não são sustentáveis por muito tempo. Estamos acompanhando diariamente e vamos atualizando essa previsão.

Portanto este cenário se mostra propício para compras moderadas para a semana.

Deixe uma resposta

error: Content is protected !!