Retração no mercado após novos rumores do Covid-19

Terça-Feira, 12 de Maio de 2020.

Principais Índices:
Brent: $29,60 o barril– queda de 4,4%
WTI: $24,14 — queda de 2,43%
Dólar: R$ 5,82 — alta de 1,33%
Esalq: R$ 1. 463,50 por m³ — queda de 0,34%

Com uma possível segunda onda de contaminação do Covid-19 pelo mundo, conforme alertado pela Alemanha e Coréia do Sul nos últimos dias, os investidores recuaram e os preços internacionais do Petróleo fecharam em queda.

Intencionada a estabilizar o mercado mundial, a Arabia Saudita anunciou ontem que vai reduzir a produção de Petróleo a partir de Junho. O corte estima uma redução de 1.000.000 de barris por dia. Com a notícia, o mercado apresentou uma reação nesta segunda-feira. No entanto, não foi suficiente contra os rumores de uma nova onda do vírus.

Em relação a gasolina, O RBob e o Golfo fecharam queda, respectivamente US$ 0,9242 (-1,88%) e US$0,7979 (-3,44%). Apesar da retração, a Petrobras segue pressionada por um aumento em seus preços e continua em iminência para um novo reajuste. O fator político é o que aparentemente está segurando a empresa até agora.

Com essas informações, nossa leitura e orientações por produto são:

Gasolina
O cenário continua com uma forte tendência de subida de preços para os próximos dias. Acreditamos que a Petrobras aumente o preço por volta de R$ 0,10 ainda esta semana. Relembrando que a PMPF entra em vigor na segunda-feira (18/05) e deve trazer uma queda de R$ 0,05 no preço da gasolina, portanto, na semana que vem, veremos uma pequena redução, porém com preços acima do patamar atual.

Logo, é um momento propício a compras máximas.

Etanol
O Etanol abriu a 1,80 hoje. Caso o aumento dos preços da gasolina se concretize, estima-se um Etanol a 1,82–1,83. A inércia da Petrobras pode manter o Etanol no patamar atual, porém o mais provável é que haja um aumento.

Logo, é um momento propício a compras máximas.

O Panorama Pronto é realizado pela equipe de Inteligência de Mercado do Pronto Combustíveis. Monitoramos diversos índices nacionais e internacionais bem como o mercado de distribuição de combustíveis.
São projeções e orientações baseadas nesses estudos.
Em geral, nossas previsões estão em linha com o que tem acontecido, mas vale reforçar que, como qualquer previsão econômica, não são certeza que irão acontecer.
É uma ferramenta para ajudar o mercado a programar melhor suas compras.

Garanta o recebimento desse relatório todos os dias, mande um email para pronto@prontocombustiveis.com.br.

Deixe uma resposta

error: Content is protected !!