Queda no Petróleo muda momentaneamente o cenário da BR

Quinta-Feira, 28 de Maio de 2020

Principais Índices:
Brent: $34,52 o barril– queda de 4,6%
WTI: $32,81 — queda de 4,5%
Dólar: R$ 5,28 — queda de 1,4%
Esalq: R$1.607,50 por m³ — alta de 2,75%

O mercado fechou em uma queda expressiva nesta quarta-feira. A retração é consequência de duas principais razões: A primeira é referente ao clima instável entre os Estados Unidos e a China. O presidente Donald Trump afirmou que está trabalhando em uma forte resposta à legislação de segurança proposta pela China para Hong Kong.

A segunda razão é referente aos níveis de estoque nos Estados Unidos. Pela primeira vez nas últimas três semanas, os estoques americanos aumentaram. Isso sinalizou uma demanda menor que o esperado e desanimou o mercado nesta quarta-feira.

Além disso, há uma dúvida dos investidores em relação ao compromisso da Rússia com os cortes de produção. Apesar do presidente russo indicar que concorda com a estratégia, o mercado desconfia do país europeu. Todos estão aguardando pela próxima reunião da Opep e Aliados, que está prevista para daqui a duas semanas.

Em relação a gasolina, o RBob caiu 4,2%, para o valor de US$ 1,01. Já o Golfo, variou negativamente em 0,6%, em um valor de US$ 0,8961. Com esta retração e mais uma consecutiva baixa no dólar, houve uma mudança de cenário para a Petrobras. No momento, temos um prêmio de -7%, o que representa uma diferença de R$ 0,10 centavos. Com esta queda, a Petrobras está relativamente próxima a paridade e com isso, não há urgência para um novo aumento. Sendo assim, pode ser que este não venha acontecer na semana que vem. Observe o gráfico abaixo:

Paridade BR x Índices RBob e Golfo

Em relação ao Diesel, o índice importado caiu 0,3%, em um valor de US$ 0,9394. Com a queda do dólar, o cenário para o Diesel também mudou. O prêmio está em 2% e representa uma diferença positiva de R$ 0,03 centavos entre o seu produto e o Diesel Importado. Dessa forma, a Petrobras também está mais próxima do patamar que busca estar historicamente. Com isso, a BR tem mais tempo para realizar um novo reajuste e há menor probabilidade de aumento na semana que vem.

Paridade BR x Diesel Importado

Vale ressaltar que os cenários são bastante sensíveis as variações dos preços internacionais. Ontem, o cenário apontava para um novo aumento da BR na semana que vem. Caso os preços voltem a subir hoje e amanhã, há novamente uma mudança de cenário e novas expectativas de aumento. Por isso, é importante a leitura diária deste relatório.

Com as informações acima e a tabela abaixo referente a nova PMPF, recomendamos os seguintes comportamentos de compra:

PMPF válida a partir de segunda-feira

Derivados

Gasolina
Com o cenário atual, há uma menor probabilidade de aumento da BR na semana que vem. Com isso, a expectativa é de redução dos preços com a Nova PMPF, conforme tabela acima.

Dessa maneira, recomendamos a compra mínima nos próximos dias e compra máxima a partir de segunda-feira.

Diesel
O cenário também mudou para o diesel e há menor chance de um novo reajuste da Petrobras na semana que vem. Tendência de baixa nos preços com a nova PMPF.

Logo, recomendamos compra mínima nos próximos dias e compra máxima a partir de segunda-feira.

Etanol

O Etanol abriu de R$1,98 a R$2,03 hoje. Com a menor probabilidade de aumento na gasolina, espera-se que o Etanol retraia nos próximos dias.

Logo, recomendamos a compra mínima em valores acima de R$2,00 e compra moderada em valores abaixo de R$ 2,00.

Vale ressaltar novamente a extrema volatilidade do mercado e como o cenário pode mudar em apenas um dia. Mais uma vez, a leitura diária deste relatório é muito importante.

Quer fazer as melhores compras de combustível? Cadastre-se no nosso app e, além de receber esse relatório diariamente, você acessa preços de mais de 20 distribuidoras do mercado: clique em https://prontocombustiveis.online/PanoramaMercado

O Panorama Pronto é realizado pela equipe de Inteligência de Mercado do Pronto Combustíveis. Monitoramos diversos índices nacionais e internacionais bem como o mercado de distribuição de combustíveis.
São projeções e orientações baseadas nesses estudos.
Em geral, nossas previsões estão em linha com o que tem acontecido, mas vale reforçar que, como qualquer previsão econômica, não são certeza que irão acontecer.
É uma ferramenta para ajudar o mercado a programar melhor suas compras.


Deixe uma resposta

error: Content is protected !!