Opep mantém cortes, mercado dispara e aumenta pressão de aumento na Petrobras

Segunda-feira, 08 de Junho de 2020

Principais Índices:
Brent: $42,30 – +5,78% Rbob: US$ 124,02 — +5,61%
WTI: $39,84 — +5,72% Dólar: R$ 4,96 — -3,08%
Golfo: US$ 111,36 — +5,91% Esalq: R$1.678,00 — +0,03%

Os preços internacionais do petróleo dispararam nesta sexta-feira e atingiram seus maiores níveis desde o início de Março. Os investidores se anteciparam a reunião da Opep+ e aqueceram o mercado diante das especulações sobre a extensão dos cortes. Além disso, os ânimos cresceram com o relatório sobre o mercado de trabalho dos Estados Unidos, que mostrou a criação de 2,5 milhões de empregos no mês passado.

A tão aguardada reunião aconteceu neste sábado e o resultado foi favorável ao mercado. Os integrantes da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) e aliados, entre eles a Rússia, decidiram prorrogar o atual corte na produção de petróleo até o final de Julho.

A gasolina internacional acompanhou a crescente do petróleo e apresentou fortes ganhos. O RBob subiu 5,78% e o Golfo, 5,91%. O forte aumento impactou bastante na paridade da Petrobras. Porém, o dólar apresentou uma queda relevante de 3,08% e isso amenizou este impacto. Diante disso, há um prêmio de -17%, representando uma diferença de – R$ 0,30 centavos. É um cenário de muita pressão para um novo aumento da Petrobras, visto que a disparidade atual significa uma grande perda de margem para a mesma. Acreditamos que, com a estabilidade do acordo da Opep resolvido, este aumento aconteça a qualquer momento.

Paridade BR x Índices Internacionais

Em relação ao Diesel, o produto importado também subiu em altos níveis, variando + 7,67%. Com isso, o prêmio voltou a estar negativo, em – 2,65%. Isso representa uma diferença de – R$ 0,04 centavos entre os produtos. A posição volta a ser um pouco desconfortável para a Petrobras, que historicamente buscou estar acima da paridade. Caso o produto internacional continue subindo, a tendência é que a Petrobras realize um novo aumento. Vamos acompanhar os próximos dias. Observe o gráfico abaixo.

Paridade BR x Diesel Importado

Derivados

Gasolina
A paridade está muito abaixo do praticado pela Petrobras. A expectativa é de um novo aumento da BR a qualquer momento.

Diesel
Apesar da movimentação do mercado, o Diesel continua em um patamar relativamente próximo a paridade. A curto prazo, a probabilidade de um aumento é menor. Vamos acompanhar os próximos dias.

Etanol

Desde a semana passada as usinas vem se posicionando acima do que seria a precificação normal do período contando com o aumento da Petrobras. As negociações de hoje abriram em patamares de R$ 2,05 até R$2,10, puxando uma paridade em torno de 70%.

Nas distribuidoras, hoje o Etanol abriu a R$ 2,03 – R$ 2,05 hoje. Com a expectativa de um novo aumento da Petrobras a qualquer momento, a tendência de alta se mantém nos preços no Etanol.

Vale ressaltar a grande volatilidade do mercado e como o cenário pode mudar em um curto período. Mais uma vez, a leitura diária deste relatório é muito importante.

Quer fazer as melhores compras de combustível? Cadastre-se no nosso app e, além de receber esse relatório diariamente, você acessa preços de mais de 20 distribuidoras do mercado: clique em https://prontocombustiveis.online/PanoramaMercado

O Panorama Pronto é realizado pela equipe de Inteligência de Mercado do Pronto Combustíveis. Monitoramos diversos índices nacionais e internacionais bem como o mercado de distribuição de combustíveis.
São projeções e orientações baseadas nesses estudos.
Em geral, nossas previsões estão em linha com o que tem acontecido, mas vale reforçar que, como qualquer previsão econômica, não são certeza que irão acontecer.
É uma ferramenta para ajudar o mercado a programar melhor suas compras.

Deixe uma resposta

error: Content is protected !!