Tudo indica para um novo aumento da Petrobras

Quarta-Feira, 17 de Junho de 2020
Principais Índices

Os preços internacionais do petróleo fecharam novamente em alta nesta terça-feira. O mercado reagiu positivamente quando a Agência Internacional de Energia (AIE) afirmou que espera uma forte recuperação da demanda mundial da commodity e seus derivados no próximo ano.

Além disso, falou-se também sobre medidas de apoio do banco central dos Estados Unidos (FED) e do Japão (Boj). Nesta manhã, o Boj manteve sua política de créditos mais aberta para as empresas atingidas pela pandemia, o que também favorece na recuperação da demanda por petróleo. Por último, dados positivos sobre o varejo americano no mês passado injetaram otimismo no mercado ontem.

A gasolina acompanhou a crescente e os Índices Rbob e Golfo subiram consideravelmente. Combinados com a alta do dólar, houve um grande aumento na disparidade entre a Petrobras e a gasolina estrangeira. O prêmio está em – 16%. Isso representa uma diferença de – R$ 0,28 centavos entre os produtos. É um cenário que pressiona intensivamente a Petrobras para realizar um novo aumento. Todos os fatores econômicos apontam para isso. Com o panorama atual, a expectativa é que o aumento ocorra a qualquer momento.

Paridade BR x Índices Golfo e Rbob

Em relação ao Diesel, o índice internacional também subiu, em 4,76%. Com a alta do dólar, a disparidade se deslocou para um prêmio de – 13,66%, o que representa uma diferença de – R$ 0,24 centavos. É um patamar muito crítico para a Petrobras, a qual sempre buscou estar acima da paridade. Dessa forma, a expectativa é que a empresa aumente a qualquer momento.

Paridade BR x Diesel Importado

Vale ressaltar também que recentemente aconteceu um novo leilão do Biodiesel e os valores negociados atingiram níveis recordes, o que resultou em uma alta de quase 30% no valor do produto. Como o Biodiesel compõe cerca de 12% do Diesel, isso causaria um impacto considerável nos preços. No entanto, como medida de apoio, a ANP reduziu temporariamente o nível obrigatório de Biodiesel para 10%. Dessa forma, pode-se esperar uma alta no Diesel, porém em um menor grau.

Com as informações acima, indicamos as seguintes orientações de compra:

Derivados

Gasolina
Forte pressão para um novo aumento da Petrobras. Pode acontecer a qualquer momento. Tendência de alta nos preços.

Recomendamos a compra máxima.

Diesel
Também há uma pressão crítica para um novo reajuste da petrolífera brasileira. Expectativa de alta nos preços.

O cenário é ideal para compras máximas.

Etanol

Algumas usinas estão sofrendo uma pequena retração no início desta semana. Apesar de abrirem com preços em patamares elevados para o período (contando com uma alta da Petrobras) as negociações, em média, estão sendo realizadas a valores menores do que o pedido, já que o aumento ainda não aconteceu.

O mesmo ocorre nas distribuidoras e escritórios, negociações em valores mais baixo do que os pedidos para dar vazão ao estoque. Isso faz com que o Etanol tenha 2 momentos:

– Com o aumento da Petrobras possível a qualquer momento, o Etanol entra num cenário de alta.
– Enquanto o aumento dos derivados não se concretizar, estimamos que o preço do Etanol terá uma pequena queda.

Diante deste cenário e considerando a probabilidade de um aumento da Petrobras iminente, recomendamos a compra máxima do Etanol. Mas vale se atentar ao fato de que, enquanto o aumento não ocorrer, a tendência é preço do Etanol se ajuste num patamar um pouco menor.

Vale ressaltar a grande volatilidade do mercado e como o cenário pode mudar em um curto período. Mais uma vez, a leitura diária deste relatório é muito importante.

Quer fazer as melhores compras de combustível? Cadastre-se no nosso app e, além de receber esse relatório diariamente, você acessa preços de mais de 20 distribuidoras do mercado: clique em https://prontocombustiveis.online/PanoramaMercado

O Panorama Pronto é realizado pela equipe de Inteligência de Mercado do Pronto Combustíveis. Monitoramos diversos índices nacionais e internacionais bem como o mercado de distribuição de combustíveis.
São projeções e orientações baseadas nesses estudos.
Em geral, nossas previsões estão em linha com o que tem acontecido, mas vale reforçar que, como qualquer previsão econômica, não são certeza que irão acontecer.
É uma ferramenta para ajudar o mercado a programar melhor suas compras.

Deixe uma resposta

error: Content is protected !!