Apesar do aumento ontem, derivados continuam com espaço para alta

Quinta-Feira, 02 de Julho de 2020
Panorama – Pronto Combustíveis – Principais Índices

Os preços internacionais do petróleo fecharam em alta nesta quarta-feira. Depois de duas altas recordes nas semanas anteriores, as reservas americanas da commoditie recuaram de forma expressiva, acima do que os analistas esperavam. A queda trouxe otimismo ao mercado.

Além disso, a melhora na economia global também animou os investidores ontem. A atividade manufatureira dos EUA teve recuperação em junho, atingindo o maior nível em mais de um ano, enquanto a atividade industrial da China se expandiu em ritmo mais forte no mês passado. No entanto, a crescente de casos do covid-19 ainda limita o avanço do Petróleo.

Em relação aos índices da gasolina, houve uma leve alta. Por outro lado, o dólar sofreu uma queda, em – 2,67%. Com esta movimentação e considerando o aumento recente da Petrobras, a disparidade entre o produto nacional e o importado diminuiu. O prêmio está em – 12,6% e representa uma diferença de – R$ 0,23 centavos entre os produtos. Pelo histórico da PB, é um patamar que ainda é desconfortável e impõe pressão de aumento. Porém, como houve um reajuste ontem, não há uma grande expectativa de aumento ainda nesta semana.

Paridade Petrobras x Índices Golfo e Rbob

Em relação ao Diesel, os valores também subiram, em + 2,15%. Considerando a queda do dólar e a alta da PB, a disparidade entre o produto nacional e o estrangeiro também diminuiu. O prêmio se deslocou para – 4,15%, representando uma diferença de – R$ 0,07 centavos entre os produtos. Apesar de estar mais próximo a paridade, a Petrobras busca praticar um prêmio positivo no Diesel. Sendo assim, ainda existe uma pressão de alta, apesar de ser mais amena.

Paridade Petrobras x Diesel Importado

Considerando as informações acima, indicamos as seguintes orientações de compra:

Derivados

Gasolina
Com o aumento da Petrobras, a pressão exercida pelos índices internacionais diminuiu, mas como vimos acima, a diferença ainda continua alta. Se o patamar atual permanecer, a expectativa é que haja um novo aumento em breve. Não há como apontar o dia exato, já que dessa vez ela tolerou 9 dias sem aumento e no passado já realizou aumentos em 4 dias seguidos.

Dessa forma, continuamos recomendando a compra máxima, pois os fatores econômicos continuam apontando para a tendência de alta.

Diesel
O cenário é o mesmo para o Diesel. A Petrobras ainda está fora do patamar desejado. Com isso, ainda há uma pressão de aumento.

Logo, também recomendamos a compra máxima.

Etanol

O mercado abriu entre R$ 2,09 e R$ 2,10 ontem. Algumas negociações saíram a R$ 2,08.
De forma inédita, a alta da Petrobras não resultou em um aumento a curto prazo do Etanol. As principais razões para isso são devido aos altos níveis de estoque das distribuidoras, pouco volume de venda nas Usinas e pelo reajuste da estatal na gasolina não ter sido tão alto, em menos de R$ 0,05 centavos.

A movimentação das Usinas fez com que o preço de custo do Etanol abaixasse e deu espaço para as distribuidoras manterem os preços ao patamar de R$ 2,09, mesmo com o aumento da PB, com a intensão de ativar as vendas.

A curto prazo, a tendência é que os preços circulem em um nível próximo ao atual. Dessa forma, recomendamos a compra moderada.

Quer fazer as melhores compras de combustível? Cadastre-se no nosso app e, além de receber esse relatório diariamente, você acessa preços de mais de 20 distribuidoras do mercado: clique em https://prontocombustiveis.online/PanoramaMercado

O Panorama Pronto é realizado pela equipe de Inteligência de Mercado do Pronto Combustíveis. Monitoramos diversos índices nacionais e internacionais bem como o mercado de distribuição de combustíveis.
São projeções e orientações baseadas nesses estudos.
Em geral, nossas previsões estão em linha com o que tem acontecido, mas vale reforçar que, como qualquer previsão econômica, não são certeza que irão acontecer.
É uma ferramenta para ajudar o mercado a programar melhor suas compras.

Deixe uma resposta

error: Content is protected !!