Preço do Etanol nas usinas continua em disparada.

Sexta-feira, 24 de Julho de 2020
Panorama Pronto Combustíveis – Principais Índices

Como apontado em nosso relatório no dia de ontem, o mercado refletiu o crescimento dos estoques divulgados na tarde de terça-feira. Além disso, o Departamento de Trabalho americano divulgou que o número de pedidos ao seguro-desemprego aumentou pela primeira vez desde abril, atingindo 1,42 milhões. Deste modo, o petróleo sofreu queda no mercado internacional.

O indício, através do aumento dos pedidos de seguro-desemprego, de que o ritmo de demissões está aumentando novamente depois do início da segunda onda, fez com que o fluxo de capital voltasse novamente para as moedas consideradas estáveis e fortes. Sendo assim, o dólar teve alta de +1,88%.

Esse receio do mercado fez com que a gasolina do Golfo tivesse queda de -1,84%. Como a alta do dólar ocorreu praticamente na mesma proporção da queda do combustível, o spread se manteve em -R$0,04, com o prêmio em -2,6%. É uma diferença que a PB historicamente não atua na alteração de preços. Porém, ainda há espaço para um aumento da PB.

O diesel seguiu a tendência e caiu -1,81%. Assim, o prêmio ficou em -0,93% e o spread em -R$0,02 centavos. Lembrando que, apesar do diesel estar com spread próximo a paridade, a PB costuma a ficar 10 centavos acima da paridade. Em consequência disso, continuamos vendo uma tendência de alta no curto/médio prazo para o combustível.

O indicador de etanol hidratado da Esalq registrou, novamente, alta de +0,59% nos preços das usinas. Sendo assim, entramos em oito dias consecutivos de aumentos do álcool no estado de São Paulo. Esse cenário vem se refletindo em toda cadeia do combustível, onde as distribuidoras aumentaram os preços de R$2,09 – R$2,11 para R$2,11 – R$2,12, na maioria dos casos. A alta acumulada é 2,82% no mês.

Derivados

Gasolina
Com o spread em apenas -R$4 centavos, o provável movimento é de que a PB não aumente no curto prazo. Porém, em Agosto começa a vigorar a “nova gasolina” e a diretora da PB já sinalizou que haverá um aumento. Nossas projeções indicam um aumento entre 5 e 8 centavos.

Recomendamos a compra máxima, deixando os estoques altos, pois há baixa probabilidade de queda no curto prazo.

Diesel
No Diesel, a pressão é um pouco mais forte. Há uma maior chance de acontecer algum aumento no curto/médio-prazo. Vemos probabilidade para um aumento de até 8 centavos!

Continuamos recomendando a compra máxima, mantendo altos níveis de estoque.

Etanol

As usinas continuam subindo os preços desde a metade de Julho. O provável aumento da gasolina no início de Agosto reforça a chance de alta no preço do álcool.

Desta forma, continuamos com a recomendação de compras máximas para Etanol, manter estoques altos.

Ficou com alguma dúvida sobre esse relatório? Quer saber a melhor recomendação de compra para seu perfil de posto? Entre em contato com a gente:
Whatsapp
:  11 95130 7391.

Ou cadastre-se no nosso app e, além de receber esse relatório diariamente, você acessa preços de mais de 20 distribuidoras do mercado: clique em  https://prontocombustiveis.online/PanoramaMercado

O Panorama Pronto é realizado pela equipe de Inteligência de Mercado do Pronto Combustíveis. Monitoramos diversos índices nacionais e internacionais bem como o mercado de distribuição de combustíveis.
São projeções e orientações baseadas nesses estudos.
Em geral, nossas previsões estão em linha com o que tem acontecido, mas vale reforçar que, como qualquer previsão econômica, não são certeza que irão acontecer.
É uma ferramenta para ajudar o mercado a programar melhor suas compras.

Deixe uma resposta

error: Content is protected !!