Petrobras reduz gasolina, mas ainda há espaço para novos cortes. E tem a PMPF e nova gasolina na segunda-feira.

Sexta-feira, 31 de Julho de 2020

Ontem o dia iniciou nebuloso, os estoques dos EUA apresentaram bons números na quarta-feira e fez o petróleo subir, mas o mercado não refletiu o otimismo na gasolina. Assim, a PB ficou em equilíbrio com o combustível internacional, um sinal de alerta! Podendo haver um tendência de queda ou alta, dependendo da performance do dia.

Porém, durante a manhã, dados nos EUA divulgaram uma retração de quase -33% na economia americana durante o segundo trimestre, algo que não era visto desde a Grande Depressão. Além disso, os pedidos de seguro-desemprego continuaram altos, em 1,43 milhões na semana passada. Desta forma, o mercado internacional despencou e a PB agiu rápido para conter essa tendência, reduzindo a gasolina em -R$0,0692.

Diante dos dados ruins, o dólar perdeu força frente ao real e caiu 0,3%. A moeda americana vem em crescente desvalorização frente outras moedas globais, mas ainda não sofreu grande impacto frente a moeda brasileira.

A gasolina do Golfo, apesar do comportamento totalmente contrário ao petróleo na quarta, ontem seguiu a tendência de queda e caiu -1,44%. Porém, com a redução da PB o spread passou para patamar negativo, em –R$0,02, com o prêmio em -1,3%. É uma diferença que coloca a PB em situação de pressão para uma nova redução, caso o cenário persista em queda.

O diesel também manteve e tendência de queda nas commodities e caiu -3,34%. Assim, o prêmio ficou em 3,42% e o spread em R$0,06 centavos. Desta forma, depois de 3 meses, o combustível se encontra em patamar onde há baixa probabilidade de uma nova alta no curto prazo. Em consequência disso, não vemos uma tendência clara de alta ou baixa. É necessário observar o mercado internacional no dia de hoje e na abertura da semana que vem.

O dia de ontem apresentou queda de -0,45% nas ofertas de Etanol pelas usinas. Porém, os preços realizados no dia de ontem ainda refletem um custo de R$2,18 nas bases. Como houve uma queda da gasolina, esperamos que os preços encontrem equilíbrio e a tendência de alta se estabilize.

Porém, ainda há o impacto da nova PMPF, que irá vigorar a partir de semana que vem, para aumentar os preços dos combustíveis.

Derivados

Gasolina
Com o pequeno spread de -R0,02 centavos, o provável movimento é de que a PB não altere o preço até haver alguma tendência clara no preço das commodities ou faça uma redução caso a tendência de queda continue no mercado internacional.

Porém, como estamos próximos da paridade e o preço da gasolina internacional está com altíssima volatilidade, ainda há espaço para mais uma redução.

Temos uma outra variável que é a nova gasolina, valendo a partir de segunda-feira dia 3. Conforme descrito aqui, os fatores econômicos mostram tendência de queda, porém a PB mencionou em algumas entrevistas aumento no valor do produto, portanto um aumento de preço, apesar de improvável, não é uma possibilidade descartada.

Diesel
No Diesel, também nos aproximamos da paridade internacional. Hoje, a PB se encontra em posição de equilíbrio


Etanol

Houve queda nos preços de venda nas usinas. Porém, o custo de reposição das distribuidoras permaneceu em R$2,18. Mesmo com a redução da gasolina, acreditamos que o mercado não consiga seguir uma tendência de baixa rapidamente.

O mercado abriu hoje com valores de R$ 2,16 e algumas ofertas pontuais no R$2,15.

Ficou com alguma dúvida sobre esse relatório? Quer saber a melhor recomendação de compra para seu perfil de posto? Entre em contato com a gente:
Whatsapp
:  11 95130 7391.

Ou cadastre-se no nosso app e, além de receber esse relatório diariamente, você acessa preços de mais de 20 distribuidoras do mercado: clique em  https://prontocombustiveis.online/PanoramaMercado

O Panorama Pronto é realizado pela equipe de Inteligência de Mercado do Pronto Combustíveis. Monitoramos diversos índices nacionais e internacionais bem como o mercado de distribuição de combustíveis.
São projeções e orientações baseadas nesses estudos.
Em geral, nossas previsões estão em linha com o que tem acontecido, mas vale reforçar que, como qualquer previsão econômica, não são certeza que irão acontecer.
É uma ferramenta para ajudar o mercado a programar melhor suas compras.

Deixe uma resposta

error: Content is protected !!