Dados positivos fazem gasolina subir depois de 6 dias de quedas.

Esta imagem possuí um atributo alt vazio; O nome do arquivo é a0f84-1hrwaxki9cedzj7opx9dkpa.jpeg
Terça-feira, 04 de Agosto de 2020

Ontem, segunda-feira, houve a divulgação da produção industrial (PMI, sigla em inglês) de três grandes potências: China (Caixin), EUA e Europa. Em todos os locais, os números vieram maiores do que o esperado pelo mercado, mostrando uma aceleração maior na retomada da economia. Assim, com a melhora de perspectiva da produção global, as commodities terminaram o dia em alta.

Diante do impasse na aprovação dos novos estímulos fiscais dos EUA e da expectativa de corte da Selic em 25p.p. na reunião do COPOM, o dólar a fechou em alta de 1,91%.

A gasolina do Golfo, após seis dias de quedas, voltou a subir junto aos derivados do petróleo. A alta foi de 4,71% e o spread ficou em -R$0,13, com o prêmio em -7,5%. A pressão para outra redução da PB foi aliviada pela forte alta da gasolina e do dólar.

O diesel manteve e tendência de alta nas commodities e subiu 1,67%. Assim, o prêmio ficou em –1,79% e o spread em -R$0,03 centavos. Desta forma, o combustível passou para patamar onde há espaço para uma nova alta, mesmo que pequena. Porém, diante da volatilidade do mercado, o cenário pode mudar rapidamente.

O cenário de queda nas usinas se manteve no dia de ontem, com queda de -0,23% nas ofertas de Etanol. Mesmo com três dias de quedas, os preços negociados ainda refletem uma reposição de R$2,17 para as distribuidoras. Uma queda rápida nos preços é pouco provável com o patamar oferecido nas usinas.

Derivados

Gasolina
A PB tem o histórico de deixar o spread entre -0,05 e -0,07 centavos, segundo a série histórica de preços da petroleira desde 2017. Desta forma, o spread em -R$0,13 coloca a PB em situação mais confortável, tendo até espaço para uma alta marginal. O mais provável é uma manutenção do preço no patamar de hoje, até que ocorra uma nova pressão de alta ou baixa nos preços internacionais.

Como o mercado está extremamente volátil e o cenário pode mudar totalmente de um dia para o outro, recomendamos uma postura mais defensiva.

Diesel
No Diesel, houve uma redução do spread para patamares negativos. Hoje, a PB se encontra em posição em que há margem para um pequeno aumento no combustível.


Etanol

Houve, novamente, queda nos preços de venda nas usinas. O custo de reposição das distribuidoras ainda está em R$2,17.

O mercado abriu hoje com valores de R$ 2,16.

Ficou com alguma dúvida sobre esse relatório? Quer saber a melhor recomendação de compra para seu perfil de posto? Entre em contato com a gente:
Whatsapp
:  11 95130 7391.

Ou cadastre-se no nosso app e, além de receber esse relatório diariamente, você acessa preços de mais de 20 distribuidoras do mercado: clique em  https://prontocombustiveis.online/PanoramaMercado

O Panorama Pronto é realizado pela equipe de Inteligência de Mercado do Pronto Combustíveis. Monitoramos diversos índices nacionais e internacionais bem como o mercado de distribuição de combustíveis.
São projeções e orientações baseadas nesses estudos.
Em geral, nossas previsões estão em linha com o que tem acontecido, mas vale reforçar que, como qualquer previsão econômica, não são certeza que irão acontecer.
É uma ferramenta para ajudar o mercado a programar melhor suas compras.

Deixe uma resposta

error: Content is protected !!