Preço do Etanol se estabiliza nas usinas, mas continua acima da paridade com a gasolina.

Quinta-feira, 06 de Agosto de 2020

Essa quinta-feira foi morna, sem grandes impactos nos mercados ao redor do mundo. Alguma mudança no preço na commodity deve vir só após a liberação de novos dados econômicos nas grandes economias. Deste modo, depois atingir a cotação máxima em 5 meses, o petróleo encerrou o dia com uma leve queda.

O dólar reagiu ao corte na Selic e fechou o dia com alta de 0,78%.

A gasolina do Golfo, contrariou a estabilização do petróleo e teve alta de 0,43% e o spread ficou em -R$0,16, com o prêmio em -9,0%. A pressão para alguma alteração de preço da Petrobras não está forte, mas já vemos espaço para um aumento. Lembrando que, a volatilidade do mercado pode mudar o cenário rapidamente.

O diesel apresentou queda de -1,05%. Assim, o prêmio ficou em –2,1% e o spread em -R$0,04 centavos. Desta forma, o combustível continua em patamar onde há espaço para uma nova alta, mesmo que pequena.

O preço do etanol nas usinas se manteve praticamente estável e fechou com leve queda de -0,03%. Desta forma, a pressão de baixa nos preços mostra sinais que pode estar se equilibrando.

Derivados

Gasolina
A PB tem o histórico de deixar o spread entre -0,05 e -0,07 centavos, segundo a série histórica de preços da petroleira desde 2017. Desta forma, o spread em -R$0,16 deixa espaço para aumento.
Os últimos aumentos foram feitos em patamares maiores de diferença, mas historicamente, já houve aumentos nessa faixa de spread.

Hoje, caso houvesse alguma alteração nos preços, seria uma alta. Assim, nossa recomendação para hoje são compras máximas. Deixar estoques altos, pois, a não ser que haja algum sobressalto e imprevisto, não há tendência de redução.

Diesel
No Diesel, o spread está em patamar negativo. Hoje, a PB se encontra em posição em que há margem para um aumento no combustível.

Pela análise dos fatores econômicos e comportamento histórico da Petrobras, o Diesel está com maior pressão de aumento, ela costuma realizar aumentos nesses patamares. Recomendamos compras máximas.


Etanol

Houve, novamente, queda nos preços de venda nas usinas. O custo de reposição das distribuidoras ainda está em R$2,15. A paridade média histórica entre gasolina e etanol para o período é de 62% e resultaria em um preço de aproximadamente R$2,13 nas distribuidoras.

Desta forma, o preço do álcool pode cair moderadamente no curto prazo, mas um cenário de alta na gasolina pode mudar essa tendência. Assim, continuamos indicando compras moderadas para o Etanol Hidratado.

Ficou com alguma dúvida sobre esse relatório? Quer saber a melhor recomendação de compra para seu perfil de posto? Entre em contato com a gente:
Whatsapp
:  11 95130 7391.

Ou cadastre-se no nosso app e, além de receber esse relatório diariamente, você acessa preços de mais de 20 distribuidoras do mercado: clique em  https://prontocombustiveis.online/PanoramaMercado

O Panorama Pronto é realizado pela equipe de Inteligência de Mercado do Pronto Combustíveis. Monitoramos diversos índices nacionais e internacionais bem como o mercado de distribuição de combustíveis.
São projeções e orientações baseadas nesses estudos.
Em geral, nossas previsões estão em linha com o que tem acontecido, mas vale reforçar que, como qualquer previsão econômica, não são certeza que irão acontecer.
É uma ferramenta para ajudar o mercado a programar melhor suas compras.

Deixe uma resposta

error: Content is protected !!