Nova alta nos índices internacionais aumenta pressão de preços em todos os combustíveis.

Esta imagem possuí um atributo alt vazio; O nome do arquivo é a0f84-1hrwaxki9cedzj7opx9dkpa.jpeg
Terça-Feira, 18 de Agosto de 2020

Cenário

Essa semana iniciou com a OPEP+ indicando adesão praticamente total de seus membros no acordo firmado para a redução da oferta de petróleo. Além disso, os EUA emitiram nota afirmando que a China está cumprindo a primeira fase do acordo comercial entre os países. Esse conjunto de notícias estimulou a alta da commodity e resultou em valorização de 2,09% no WTI.

Já no cenário doméstico brasileiro, houve forte ruído de uma possível saída de Paulo Guedes do Ministério da Economia. O ministro é visto como pilar para o andamento das reformas estruturais no país e um revés em sua posição aumenta a percepção de risco do investidor. Deste modo, o dólar ganhou força contra o real e subiu 1,62%.

A gasolina do Golfo continuou no cenário de alta e valorizou 1,51%. O spread foi para -R$0,23, com o prêmio em -11,8%. A tendência de alta da gasolina internacional e do dólar, já colocam a PB em situação de pressão para um novo aumento no curto prazo.

O diesel também performou positivamente, com alta de 0,19%. Assim, o prêmio ficou em -3,2% e o spread em -R$0,06 centavos. Desta forma, lembrando que a Petrobras, historicamente, procura ficar acima da paridade, o combustível continua em patamar onde há espaço para uma nova alta.

O etanol estabilizou o ritmo forte de alta, com performance de -0,06% no dia de ontem. O valor negociado de R$1.762,5/m³ resulta em um etanol ao redor de R$2,18 na base. As distribuidoras já aumentaram o preço das ofertas, ficando entre R$2,18 – 2,22. Porém, as negociações fecharam o dia ainda em R$2,17.

Análise

Gasolina
A PB tem o histórico de deixar o spread entre -0,05 e -0,07 centavos, segundo a série histórica de preços da petroleira desde 2017. Desta forma, o spread de -R$0,23 deixa a PB pressionada para aumento no curto prazo.

Diesel
No Diesel, o spread está em patamares negativos. A série histórica nos mostra que a PB costuma ficar com os preços acima da paridade.

Etanol

Hoje, através do estudo da série histórica e indicadores do setor sucroenergético, estamos enxergando um preço de equilíbrio próximo a R$2,17.

Ficou com alguma dúvida sobre esse relatório? Quer saber a melhor recomendação de compra para seu perfil de posto? Entre em contato com a gente:
Whatsapp
:  11 95130 7391.

Ou cadastre-se no nosso app e, além de receber esse relatório diariamente, você acessa preços de mais de 20 distribuidoras do mercado: clique em  https://prontocombustiveis.online/PanoramaMercado

O Panorama Pronto é realizado pela equipe de Inteligência de Mercado do Pronto Combustíveis. Monitoramos diversos índices nacionais e internacionais bem como o mercado de distribuição de combustíveis.
São projeções e orientações baseadas nesses estudos.
Em geral, nossas previsões estão em linha com o que tem acontecido, mas vale reforçar que, como qualquer previsão econômica, não são certeza que irão acontecer.
É uma ferramenta para ajudar o mercado a programar melhor suas compras.

Deixe uma resposta

error: Content is protected !!