Forte quedas dos índices faz PB reduzir preço, mas cenário de queda pode continuar.

Esta imagem possuí um atributo alt vazio; O nome do arquivo é a0f84-1hrwaxki9cedzj7opx9dkpa.jpeg
Quinta-Feira, 03 de Setembro de 2020

Cenário

Nessa quarta, o EUA divulgou dado que mostrava uma forte queda na demanda de gasolina dentro do país durante a semana passada. Tal resultado decorre do impacto das tempestades que atingiram dolo americano. Em consequência ao resultado divulgado, o petróleo e derivados caíram forte. Hoje, o mercado já amanheceu em tendência de queda.

O dólar continuou se desvalorizando frente ao real, com queda de -0,98%. Essa valorização do real é fator importante para que a queda do spread seja intensificada.

A gasolina do Golfo caiu –1,66%. Mesmo com a redução de preços pela PB, o spread ficou para -R$0,07, com o prêmio em -4,0%. O spread continua próximo ao patamar de estabilidade e qualquer forte variação pode mudar o cenário para o combustível.
Isso mostra a grande volatilidade do mercado pós COVID-19, que em uma semana fez o spread ir de R$ -0,30 para R$-0,02.

O diesel recuou -3,49%. Mesmo com a forte redução, o prêmio foi para apenas 2,5% e o spread para R$0,04 centavos. Desta forma, o combustível continua em patamar de equilíbrio internacional. Por conta da grande volatilidade do câmbio e dos índices, o diesel pode mudar de cenário rapidamente nesse patamar.

O etanol reagiu à redução da gasolina. O combustível caiu quase 1% nas usinas durante o dia de ontem, atingindo R$1870,00/m³ em Paulínia.

Análise

Gasolina
A PB tem o histórico de deixar o spread entre -R$0,05 e -R$0,07 centavos, segundo a série histórica de preços da petroleira desde 2017. Desta forma, o spread de -R$0,07 deixa a gasolina próxima ao equilíbrio.

Nesse patamar de preços, qualquer forte alteração nos índices internacionais pode mudar o panorama para o combustível. Durante o dia de ontem, por exemplo, os índices sofreram forte queda durante a manhã e o spread chegou a ficar em apenas -R$0,02 centavos (patamar para redução nos preços). Desta forma, a PB agiu rapidamente para evitar perder competitividade contra o combustível importado.

Como o cenário atual é de equilíbrio e hoje os índices já apresentam queda, nossa recomendação para hoje é de compras moderadas/mínimas.

Diesel
No Diesel, o spread também está em equilíbrio. A série histórica nos mostra que o spread está em patamar onde qualquer alteração nos índices internacionais pode mudar o cenário para o combustível (mesmo caso de ontem).

Como o cenário atual é de equilíbrio e hoje os índices já apresentam queda, qualquer alteração pode impactar o cenário rapidamente. Desta forma, indicamos compras moderadas/mínimas para o diesel.

Etanol

Com a queda da gasolina, o etanol tem boas probabilidades de seguir uma tendência de queda nas usinas para o curto prazo.

Deste modo, indicamos compras mínimas para o álcool.

Ficou com alguma dúvida sobre esse relatório? Quer saber a melhor recomendação de compra para seu perfil de posto? Entre em contato com a gente:
Whatsapp
:  11 95130 7391.

Ou cadastre-se no nosso app e, além de receber esse relatório diariamente, você acessa preços de mais de 20 distribuidoras do mercado: clique em  https://prontocombustiveis.online/PanoramaMercado

O Panorama Pronto é realizado pela equipe de Inteligência de Mercado do Pronto Combustíveis. Monitoramos diversos índices nacionais e internacionais bem como o mercado de distribuição de combustíveis.
São projeções e orientações baseadas nesses estudos.
Em geral, nossas previsões estão em linha com o que tem acontecido, mas vale reforçar que, como qualquer previsão econômica, não são certeza que irão acontecer.
É uma ferramenta para ajudar o mercado a programar melhor suas compras.

Deixe uma resposta

error: Content is protected !!