PB aumenta preço da gasolina e impulsiona etanol.

Esta imagem possuí um atributo alt vazio; O nome do arquivo é a0f84-1hrwaxki9cedzj7opx9dkpa.jpeg
Quarta-Feira, 23 de Setembro de 2020

Cenário

Nessa terça, o mercado abriu sentindo o impactado pelo pessimismo com o crescimento da segunda onda de contaminação na Europa. Porém, analistas do mercado se mostraram otimistas com provável redução no número de barris de petróleo no estoque dos EUA, cujos dados oficiais serão divulgados hoje pela EIA. Deste modo, os índices de petróleo subiram no fechamento do dia.

O dólar continuou a tendência de alta e subiu 1,06%. Tal movimento é resultado da fuga dos investidores para locais mais seguros, os chamados safe havens.

A gasolina do Golfo fechou em forte queda de -2,24%. Com o aumento da PB, o spread reduziu para -R$0,15 centavos, com o prêmio de -7,9%. O spread se encontra em patamar de pouca pressão, mas ainda apresenta margem para outro aumento marginal. Hoje, as cotações da gasolina abriram em leve alta. Fique atento às mensagens de alerta da Pronto durante o dia!

O diesel também apresentou queda, descendo -1,03%. O prêmio ficou em –3,0% e o spread continuou em -R$0,05 centavos. Lembrando que o combustível costuma ficar acima da paridade, o spread se encontra abaixo do equilíbrio e apresenta cenário de alta pela PB. Hoje os índices internacionais do diesel abriram em alta.

O etanol acompanhou a alta da PB e subiu 1,32% nas usinas. O valor de R$1.883,50/m³ transmite um custo, aproximadamente, de R$2,34 na base.

Análise

Gasolina
A PB tem o histórico de deixar o spread entre -R$0,05 e -R$0,07 centavos, segundo a série histórica de preços da petroleira desde 2017. Desta forma, o spread de -R$0,15 ainda deixa margem para um novo aumento, apesar de não transmitir grande pressão para um ajuste.

O cenário atual ainda apresenta espaço para alta, porém sem muita pressão. Sendo assim, nossa recomendação para hoje é de compras moderadas.

Diesel
No Diesel, o spread também continua abaixo da paridade. Hoje, a pressão na PB ainda é forte e há boa probabilidade de aumento no curto prazo.

Como o cenário atual é de alta, indicamos compras máximas para o diesel.

Etanol

Os preços nas usinas apresentaram forte alta e estão com o suporte de novo ajuste para cima na gasolina. Mesmo com a fraca demanda, moagem com grande produtividade e alto nível de estoques, as indústrias estão tentando igualar as paridades máximas de safras açucareiras anteriores. Em consequência disso, vemos espaço para uma pequena alta no combustível, já que a paridade entre etanol e gasolina já está atingindo as máximas históricas.

Como a gasolina continua apresentando tendência de alta no curto prazo e os preços nas usinas estão aumentando gradativamente, indicamos compras máximas para o combustível.

Ficou com alguma dúvida sobre esse relatório? Quer saber a melhor recomendação de compra para seu perfil de posto? Entre em contato com a gente:
Whatsapp
:  11 95130 7391.

Ou cadastre-se no nosso app e, além de receber esse relatório diariamente, você acessa preços de mais de 20 distribuidoras do mercado: clique em  https://prontocombustiveis.online/PanoramaMercado

O Panorama Pronto é realizado pela equipe de Inteligência de Mercado do Pronto Combustíveis. Monitoramos diversos índices nacionais e internacionais bem como o mercado de distribuição de combustíveis.
São projeções e orientações baseadas nesses estudos.
Em geral, nossas previsões estão em linha com o que tem acontecido, mas vale reforçar que, como qualquer previsão econômica, não são certeza que irão acontecer.
É uma ferramenta para ajudar o mercado a programar melhor suas compras.

Deixe uma resposta

error: Content is protected !!