Pressão se intensifica e spread atinge maior magnitude desde o inicio da crise

Sexta-Feira, 08 de Janeiro de 2021

Cenário

Pelo terceiro dia consecutivo, os estímulos provenientes da promessa da Arábia Saudita, maior exportadora de petróleo do mundo, em realizar cortes voluntários na oferta da commodity, continuaram impactando o mercado. Os índices subiram e renovaram as máximas desde o início da pandemia, mostrando o otimismo do mercado em relação ao equilíbrio entre oferta e demanda para os próximos meses.

O dólar valorizou 1,87% e fechou o dia em R$5,40.

A gasolina do Golfo apresentou alta de 0,52%. O spread fechou o dia em -R$0,39, com o prêmio de -17,1%. Desta forma, o combustível continua abaixo do equilíbrio e com forte pressão para alta. Hoje, os índices já abriram em alta de 1,36%.

Fique atento às mensagens de alerta da Pronto durante o dia!

O diesel apresentou valorização de 0,61%. O spread avançou para –R$0,25 com o prêmio de -10,9%. O combustível ainda se encontra bem abaixo do equilíbrio. Além disso, os índices abriram em alta de 1,2%.

O etanol apresentou variação de 0,40% e ficou cotado em R$2.133/m³. Os preços de oferta nas usinas mostram alta depois dos consecutivos aumentos durante essa semana.

O açúcar equivalente recuou -2,21%. O prêmio em relação ao etanol está na faixa de 31%.

Análise

Gasolina
A PB tem o histórico de deixar o spread entre -R$0,05 e -R$0,07 centavos, segundo a série histórica de preços da petroleira desde 2017. Desta forma, o spread de -R$0,39 deixa a PB abaixo do equilíbrio e transmite forte pressão para que ocorra um aumento no curto prazo.

Além disso, os índices abriram o dia em alta de 1,36%. Há grande probabilidade de aumento no dia de hoje.

Desta forma, nossa recomendação é de compras máximas para a gasolina.

Diesel

Como o resultado do leilão 77 do biodiesel foi divulgado e apresentou queda de 20% nos preços negociados, teremos um impacto negativo sobre os preços do diesel já em Janeiro. Estimamos o valor do impacto ao redor de -R$0,10 centavos por litro. Porém, vemos que muitas distribuidoras ainda não repassaram essa redução do custo e que podem demorar alguns dias para fazê-lo.

Por outro lado, o combustível está pressionado para novas altas pela PB e tem grande probabilidade de ser ajustado nessa semana. É esperado um aumento forte, na casa dos R$0,08 e R$0,10 centavos.

Em consequência da demora para o repasse do novo preço do biodiesel (podendo até não ser repassado) e da expectativa de forte alta pela Petrobras, indicamos compras máximas para o diesel. Acreditamos que a alta terá maior impacto.

Etanol

Como os preços de oferta nas usinas continuam no mesmo patamar, vemos que há pouco espaço para mais aumentos no álcool. Porém, a gasolina está próxima de um novo ajuste e pode alavancar os preços do álcool.

Em consequência desse fator, nossa recomendação é de compras máximas para o etanol.

Ficou com alguma dúvida sobre esse relatório? Quer saber a melhor recomendação de compra para seu perfil de posto? Entre em contato com a gente:
Whatsapp
:  11 95130 7391.

Ou cadastre-se no nosso app e, além de receber esse relatório diariamente, você acessa preços de mais de 20 distribuidoras do mercado: clique em  https://prontocombustiveis.online/PanoramaMercado

O Panorama Pronto é realizado pela equipe de Inteligência de Mercado do Pronto Combustíveis. Monitoramos diversos índices nacionais e internacionais bem como o mercado de distribuição de combustíveis.
São projeções e orientações baseadas nesses estudos.
Em geral, nossas previsões estão em linha com o que tem acontecido, mas vale reforçar que, como qualquer previsão econômica, não são certeza que irão acontecer.
É uma ferramenta para ajudar o mercado a programar melhor suas compras.

Deixe uma resposta

error: Content is protected !!