Interferência na Petrobras pode fazer dólar subir forte hoje

Esta imagem possuí um atributo alt vazio; O nome do arquivo é a0f84-1hrwaxki9cedzj7opx9dkpa.jpeg
Segunda-Feira, 22 de Fevereiro de 2021

Cenário

O petróleo fechou a semana sem uma tendência clara na cotação. O mercado internacional espera por definições do auxílio fiscal nos EUA e nova reunião da OPEP+ dia 3 de Março. No cenário doméstico, a bolsa reagiu mal com a indicação do presidente Bolsonaro pela demissão do atual CEO da Petrobras, Roberto Castello Branco. Caso ocorra intervenção estatal na política de preços da empresa, poderemos caminhar para um cenário bem diferente dos últimos anos.

O dólar apresentou variação de -0,82% fechou o dia em R$5,39. Decorrente das falas do presidente Bolsonaro, a expectativa é de que hoje o dólar suba forte e aumente a defasem dos combustíveis.

A gasolina do Golfo teve leve queda de -0,22%. O spread caiu para -R$0,19 com o prêmio de -7,2%. A gasolina reduziu a defasagem e ainda não há um cenário bem definido.

Fique atento às mensagens de alerta da Pronto durante o dia!

O diesel apresentou queda mais intensa, de -1,13%. O spread recuou para –R$0,08 com o prêmio de -3,1%. A defasagem desceu drasticamente e ainda não há uma tendência clara.

A Esalq divulgou alta 0,93%. A tendência de alta ainda está presente nas usinas. A média das negociações subiu para R$3,20.

O açúcar equivalente subiu 0,77%. O prêmio em relação ao etanol está na faixa de 22%.

Análise

Gasolina
A PB tem o histórico de deixar o spread entre -R$0,05 e -R$0,07 centavos, segundo a série histórica de preços da petroleira desde 2017. Desta forma, o spread de -R$0,19 deixa a PB pouco pressionada por novos reajustes.

A magnitude do aumento de quinta-feira (18/02) surpreendeu o mercado e é necessária análise do comportamento para definir a tendência que o combustível irá seguir.

Desta forma, nossa recomendação é de compras moderadas para a gasolina.

Diesel

O reajuste do diesel foi fortíssimo. A enorme defasagem reduziu drasticamente e teremos que observar a tendência do mercado internacional para definir o rumo do combustível no mercado doméstico.

Ainda não há uma tendência clara para o combustível. Além de que a troca de presidente da Petrobras pode afetar futuros reajustes.

Continuamos com nossa indicação de compras moderadas para o diesel.

Etanol

O reajuste na gasolina irá impulsionar o etanol. As usinas já abriram com preços de R$3,20 FOB.

Esperamos que o impacto no etanol seja forte e os preços de base poderão ultrapassar a casa dos R$3,20 nos próximos dias.

Em consequência desse fator, nossa recomendação é de compras máximas para o etanol.

Ficou com alguma dúvida sobre esse relatório? Quer saber a melhor recomendação de compra para seu perfil de posto? Entre em contato com a gente:
Whatsapp
:  11 95130 7391.

Ou cadastre-se no nosso app e, além de receber esse relatório diariamente, você acessa preços de mais de 20 distribuidoras do mercado: clique em  https://prontocombustiveis.online/PanoramaMercado

O Panorama Pronto é realizado pela equipe de Inteligência de Mercado do Pronto Combustíveis. Monitoramos diversos índices nacionais e internacionais bem como o mercado de distribuição de combustíveis.
São projeções e orientações baseadas nesses estudos.
Em geral, nossas previsões estão em linha com o que tem acontecido, mas vale reforçar que, como qualquer previsão econômica, não são certeza que irão acontecer.
É uma ferramenta para ajudar o mercado a programar melhor suas compras.

Deixe uma resposta

error: Content is protected !!