Dólar cai e aumenta probabilidade de redução nos derivados

Esta imagem possuí um atributo alt vazio; O nome do arquivo é a0f84-1hrwaxki9cedzj7opx9dkpa.jpeg
Sexta-Feira, 23 de Abril de 2021

Cenário

Após notícia de que a produção de petróleo na Líbia recuou em torno de 1 milhão de barris por dia e ainda pode sofrer mais quedas em resultado de problemas orçamentários no país, os índices apresentarem leve alta. Porém, ainda há preocupação com uma possível queda na demanda indiana, segunda nação mais populosa do mundo, poderá afetar as projeções de demanda para o petróleo em 2021.

O dólar apresentou alta de -2,21% e fechou cotado em R$5,45.

A gasolina do Golfo teve queda de -0,44%. O spread subiu para R$0,11 com o prêmio de 4,1%. A defasagem da gasolina inverteu a tendência e colocou a gasolina acima da paridade.

Fique atento às mensagens de alerta da Pronto durante o dia!

O Heating Oil apresentou leve alta de 0,38%. O spread aumentou para R$0,09 com o prêmio de 3,4%. O combustível está acima do equilíbrio com a paridade internacional e pode sofrer reajustes pela Petrobras.

A Esalq subiu 0,24%. A paridade atingiu 70,3%. A média das negociações está na casa dos R$3,28.

O açúcar equivalente apresentou queda de -2,32%. O prêmio em relação ao etanol está na faixa de 13%. O mix de produção das usinas continua tendendo para o açúcar.

Análise

Gasolina
A PB tem o histórico de deixar o spread entre -R$0,05 e -R$0,07 centavos, segundo a série histórica de preços da petroleira desde 2017. Desta forma, o spread em R$0,11 deixa a Petrobras com margem para realizar nova redução.

Desta forma, nossa recomendação passa a ser de compras mínimas para a gasolina.

Diesel

O spread de R$0,09 deixa o combustível doméstico acima do equilíbrio com o internacional.

A retomada do leilão 79 com fez com participação obrigatória do biodiesel em 10% fez com que o preço médio negociado caísse para R$5,52. Desta maneira, o impacto final no diesel B em Maio não elevará o preço do combustível.

Em consequência de uma possível redução de preço pela Petrobras, a indicação é de compras mínimas para o diesel.

Etanol

A paridade entre gasolina e etanol hidratado se encontra em 70,2%. O equilíbrio para esse período do ano seria de no mínimo 64%, indicando que o preço do álcool poderá encontrar resistência para continuar subindo nas próximas semanas.

O vetor mais importante agora para o álcool é o timing de moagem das usinas nesse início de safra. Caso a oferta continue baixa nessa semana, os preços poderão subir ainda mais. Por outro lado, a entrada de novas usinas no mercado poderá derreter a cotação do etanol.

Como o cenário continua incerto, indicamos compras mínimas/moderadas para o etanol.

Ficou com alguma dúvida sobre esse relatório? Quer saber a melhor recomendação de compra para seu perfil de posto? Entre em contato com a gente:
Whatsapp
:  11 95130 7391.

Ou cadastre-se no nosso app e, além de receber esse relatório diariamente, você acessa preços de mais de 20 distribuidoras do mercado: clique em  https://prontocombustiveis.online/PanoramaMercado

O Panorama Pronto é realizado pela equipe de Inteligência de Mercado do Pronto Combustíveis. Monitoramos diversos índices nacionais e internacionais bem como o mercado de distribuição de combustíveis.
São projeções e orientações baseadas nesses estudos.
Em geral, nossas previsões estão em linha com o que tem acontecido, mas vale reforçar que, como qualquer previsão econômica, não são certeza que irão acontecer.
É uma ferramenta para ajudar o mercado a programar melhor suas compras.

Deixe uma resposta

error: Content is protected !!